Museu e memorial 9/11 – New York

Em homenagem as vítimas dos ataques de 11 de Setembro que hoje completam 14 anos, vou fazer um post falando somente sobre o museu e memorial, estive em Nova York em Julho do ano passado (2014), fiz um post falando sobre como foram meus dias na cidade, mas não falei muito sobre o museu em si, ele merece um post só dele e hoje é um belo dia para lembrar desse acontecimento falando um pouco sobre esse lugar que é uma homenagem maravilhosa no meio da cidade.

Muita gente acha que o museu e o memorial são as mesmas coisas, mas não são, vou explicar o que contém em cada um que os difere e o que eles significam.

DSC_0318

O memorial é um tributo ao passado, um lugar de esperança para o futuro e homenagem aos cerca de 3 mil pessoas mortas nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 no local do World Trade Center, no Pentágono e as seis pessoas mortas no atentado ao WTC em fevereiro de 1993. É o local do antigo complexo do World Trade Center, onde foi construído um tipo de parque com mais de 400 árvores, ele ocupa 8 dos 16 acres do complexo. Nesse local foram construídas duas piscinas cada uma conta com cerca de 1 acre de tamanho, elas estão exatamente no local onde eram as torres gêmeas originais e apresentam as maiores cachoeiras artificiais da América do Norte. É engraçado porque no meio delas tem um grande espaço vazio que são lembretes abertos e visíveis da ausência. Na borda de cada uma está gravado o nome das 2.983 vítimas que morreram nos ataques de 26 de fevereiro de 1993, e 11 de setembro de 2001, a enormidade deste espaço e a multiplicidade de nomes ressalta a vasta extensão da destruição, estando na sua beirada olhando para uma piscina de água que está fluindo para longe em um abismo, percebe-se que o que está além desta borda é inacessível. Este é um poderoso lembrete da maior perda de vida resultante de um ataque estrangeiro em solo americano e a maior perda do pessoal de resgate na história americana.

No memorial encontramos  também a The Survivor Tree, que é uma árvore que sobreviveu ao 11 de setembro, ela foi descoberta em outubro de 2001 no Ground Zero severamente danificada, a árvore foi retirada do entulho e colocada sob os cuidados do Departamento de Parques e Recreação da Cidade de Nova York, após sua recuperação e reabilitação foi devolvida ao memorial em 2010. Hoje a árvore permanece como uma lembrança viva de resistência, sobrevivência e renascimento.

tree3 edited

O memorial é o lugar onde as pessoas vão para prestar honra e homenagear aqueles que já não estão mais entre nós, é muito comum encontrarmos flores fincadas nos nomes das vítimas na borda das piscinas, o que chega a ser super emocionante, o lugar é lindo e transmite uma paz inexplicável, é incrível saber que no meio de uma cidade super agitada como Nova York existe um lugar de paz, tranquilidade e lembranças intermináveis. No meio do bosque existe um local, o Memorial Glade que é um espaço para encontros e cerimônias especiais. A entrada ao memorial é gratuita e fica aberto ao público das 7:30 as 21h.

Existem também duas opções de tours pelo memorial que são pagos:

  • Memorial Guide Tours – explora os simbolismos por traz do projeto do memorial, o significado histórico do WTC e ensina mais sobre o que aconteceu no 9/11. São 45 minutos de tour disponível somente em inglês. Pode ser adquirido com a entrada para o museu ou somente o tour pelo memorial.
  • Tribute Center Tours, o centro de tributo tem uma parceria com o 9/11 memorial que oferece tours pessoais fornecidos por pessoas diretamente afetadas pelo 11 de setembro, o tour inclui sobreviventes, recuperação dos trabalhadores, moradores do Lower Manhattan e familiares das vítimas. Cada tour oferece histórias profundamente pessoais de sobrevivência, perda e cura, e inclui uma discussão sobre a reconstrução do local do WTC. É dividido em três tipos de tour, visita ao centro de tributo, tour guiado pelo memorial e o áudio tour disponível em inglês e espanhol.

O museu homenageia a memória dos que morreram nos ataques terroristas de 26 de fevereiro de 1993 e 11 de setembro de 2001, tendo a esperança de construir um futuro melhor com as visitas que recebe a cada ano. É um lugar cheio de lembranças, objetos e histórias do que aconteceu naquele dia, é impressionante o quanto de cada uma das 2983 pessoas tem ali. O museu é dividido em salas e espaços de exibição, cada um dedicado a contar a história do 9/11, impossível estar ali dentro e não se emocionar.

Logo na entrada caímos num hall que conta um pouco sobre como foi aquele fatídico dia, tem algumas fotos com a hora local do 11 de setembro de 2011 e como foi o decorrer daquele dia até a hora do ataque, é chocante imaginar que um belo dia de verão reservava algo surpreendente que iria mudar para sempre a história dos Estados Unidos.

DSC_0345

Em seguida começamos a descer uma rampa que nos leva a fundação original do WTC, espaço que está localizado a exposição principal, conforme vamos descendo existem alguns totens informativos que mostram qual é a nossa localização relativa ao original World Trade Center. Na descida passamos ao lado da Survivor’s Stairs e nos deparamos também com os restos das colunas estruturais das torres gêmeas originais. O hall principal, foundation hall, é onde encontramos fragmentos e “destroços” como carro de bombeiro, motor do elevador, vidro da janela da torre sul, a The Last Column, uma parte da Slurry Wall, o Victims Quilt, fachada de aço da torre norte e vários computadores onde podemos mandar mensagens para as famílias das vítimas.

  • Survivors Stairs – A escada da sobrevivência estava localizada na rua Vessey e serviu como rota vital para a segurança de muitas pessoas. Ela ficou quase intacta após o 9/11 e fornece uma poderosa referência para a história dos sobreviventes, é também o único vestígio acima do solo do WTC.
  • The Last Column – É uma coluna de aço que sobreviveu aos ataques de 11 de setembro, foi retirada com uma solene cerimônia em 30 de maio de 2002 marcando o fim das operações de busca, retornando ao seu lugar de origem no inicio das construções do museu. Nela estão fixadas mensagens, fotos e tributos prestados pelos voluntários, familiares das vítimas e equipe de resgate.

IMG_5355

  • Slurry Wall Segment – É uma parede feita de lama que foi erguida na época da construção do WTC para impedir que as águas do rio Hudson escoassem no espaço. Resistiu aos ataques de 11 de setembro e foi preservada.

DSC_0419

  • Fachada de aço da torre norte – O pedaço de aço foi localizado como ponto de impacto do voo 11 perfurando o edifício através dos andares 96 a 99.

DSC_0407

  • Victims Quilt – É uma colcha feita com fotos em homenagem a todas as vítimas e heróis dos ataques terroristas de 11 de setembro. Uma atividade comunitária que representa a união de pessoas em toda a America com um único proposito, homenagear aqueles que perderam suas vidas nesse dia. Bill Doyle, pai da vítima Joseph Doyle, apresentou o quilt para o 9/11 memorial and museum em nome de todas as famílias.

DSC_0366

No hall principal tem um espaço chamado Memorial Exhibition, In Memoriam, que é um local onde estão expostas as fotos das quase 3 mil vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001 e 26 de fevereiro de 1993, oferendo aos visitantes a oportunidade de aprender sobre cada um. Ali estão espalhadas algumas mesas touchscreen permitindo aos visitantes descobrir informações adicionais sobre cada pessoa, incluindo fotografias, imagens de objetos e lembranças de áudio por familiares, amigos e colegas de trabalho. Essa sala é chocante, você clica na foto e pode ouvira toda a história da pessoa, um pouco mais no fundo dela tem uma outra salinha com um projetor que fica passando sobre a vitima, sua história e aparece um familiar falando sobre a pessoa e como ela passou aquele 11 de setembro até o ataque.

A maior sala do hall principal é a Historical Exhibition, que é divida em três partes:

  • Eventos do dia – Apresenta eventos do dia em que desenrolou o 11 de setembro de 2001, mostra a normalidade de um belo dia de verão que logo foi atacado pela descrença e horror. Estão expostos objetos, testemunhos e gravações de áudio, imagens e vídeo em tempo real do 9/11. Oferece a visão sobre o drama humano em andamento dentro dos aviões sequestrados, as torres gêmeas e ao pentágono, assim como a corajosa ação dos socorristas e civis que ajudaram uns aos outros e as experiências de pessoas próximas e distantes dos locais do ataque.
  • Antes do 9/11 – Mostra o que levou aos ataques daquele dia, examina o WTC como um símbolo e um alvo, abordando o bombardeio de 1993 e a evolução da Al-Quaeda.
  • Após o 9/11 – A partir de apresentações sobre tristeza coletiva, respostas globais, e a busca pelos desaparecidos nos dias imediatos e semanas depois dos ataques, explora os prodigiosos esforços de recuperação e reconstrução nos três locais de ataque, descrevendo inúmeros atos de compaixão, o voluntariado e serviço público.

 Nessas salas não se pode tirar fotos, mas os objetos expostos são muito chocantes, são coisas muito pessoais, como sapatos, cartão do metrô, papeis queimados que voaram das janelas, mesas, cadeiras, roupas, partes dos destroços… Para nós que não somos americanos, essa realidade por mais chocante que seja, é um pouco distante de nós, e estando ali dentro a sensação que tive é que tudo aquilo é mais real do que parece, as memórias ainda estão vivas lá dentro e o país ainda sofre o pós 9/11, esse foi um acontecimento que mudou drasticamente os Estados Unidos de forma geral, sem contar as famílias que mesmo depois de 14 anos ainda sofrem e se emocionam com tudo aquilo, porque não foi uma morte normal, morrida, por mais que eu acredite que quando chegou a hora não adianta vamos de qualquer jeito, mas foi algo brutal em grande escala realizado por pura maldade e ódio por parte de quem planejou tudo. É humanamente impossível não ficar com nó na garganta enquanto se anda por aquele espaço cheio de memória, lembranças e homenagens daqueles que um dia estiveram entre nós.

neverforget4

Anúncios

2 comentários sobre “Museu e memorial 9/11 – New York

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s