Arrumando o armário e a vida

Eu sou a louca da organização, adoro arrumar meu armário, deixar tudo limpinho, bonitinho, cheirosinho e tirar coisas que não uso mais. Ok, confesso que tenho uma certa dificuldade de me desapegar das coisas, sei lá, sempre acho que vou usar, mas uma vez escutei minha prima dizer “se passou uma estação inteira e você não usou, desapega gata, porque você não vai usar mais”, é claro que para essa regrinha básica existe a exceção, as vezes temos tanta roupa e nos falta oportunidade de usar determinada peça, tenho alguns casacos super pesados e elegantes que já fiquei sem usar mas isso não quer dizer que ta na hora de me desapegar deles. A regra do desapego para mim funciona da seguinte forma, vou me arrumar e sempre olho para uma determinada peça, por mais que eu queira usa-la não consigo e ela fica lá encostada, aconteceu isso a estação inteira? Tá na hora de desapegar e dar espaço para coisas novas.

Eu sempre comprei bastante coisa, mas era aquele tipo de pessoa que tinha uma certa dó de usar algumas coisas, ai o tempo passava, a roupa ficava lá, eu já tinha comprado outras coisas, a coitada já não estava tão em alta assim comigo e eu não conseguia usar a dita cuja, resultado a maioria das roupas que eu desapego são extremamente novas por esse motivo ou porque também tenho um certo cuidado excessivo com minhas coisas.

Gosto der arrumar o guarda roupa sempre que tenho tempo, tipo uma vez a cada 2/3 meses, nem que seja só para dar uma limpada, mas sempre tiro algumas peças,  incrível como sai coisa daquele guarda roupa que eu acho tão pequeno. Mas a minha arrumação mesmo, aquela que sai sacolas e sacolas é quando volto de viagem, eu sempre compro muita coisa, tipo muita coisa mesmo, até o que não preciso, sei lá da aquela mini taquicardia tipo “Deus preciso levar isso vai que eu fico anos sem voltar aqui, o preço tá bom e a gente sempre precisa de X” ai quando a bonita chega e coloca tudo na cama, porque a gente nunca lembra o que comprou quando está na viagem, se depara com 10 regatas, 8 blusas de moletom, 3 calças jeans, 3 saias, 3 shorts…….. Aí eu tiro um dia logo depois de voltar, e conto quantas coisas de determinada peça eu trouxe e tento tirar a mesma quantidade, por exemplo: eu trouxe 10 regatinhas, pego minha gaveta de regatas e tento tirar 10 que estão velhinhas ou já não uso tanto. As vezes eu consigo tirar até mais, mas tem outras que saem menos, acontece, mesmo porque muitas vezes compro o que estava precisando. Mas o importante é sempre dar espaço para as coisas novas, e tem muita gente precisando de roupas por aí.

Todas as coisas que eu tiro dou embora, meu avó leva para uma instituição que eles fazem um trabalho bem legal. As vezes tenho coisas muito boas, muito novas e que são muito meu xodó, aí vejo se tem alguém da família que se interessa, porque sempre tem aquela coisa que você não quer dar para um desconhecido. Não costumo vender, em bazar e tal, sou tão abençoada de ter condições de comprar roupas novas sempre que o mínimo que eu posso fazer é doar as minhas coisas usadas.

Fazer essa arrumação geral me faz pensar na vida, é tão fácil desapegar das coisas mas é tão difícil fazer o mesmo com nossos sentimentos, dar coisas embora é algo muito comum, mas quando se trata dos nossos problemas é tão mais complexo. Mas não deveria ser, a nossa vida tem que ser leve, temos que perdoar, esquecer, amar, desejar o bem, não guardar rancor… Tem tanta gente com a coração pesado que não percebe que a própria vida se torna pesada e difícil, pessoas amarguradas que guardam rancor de coisas bobas e não percebem que o perdão não é para quem recebe é para quem dá.

Da mesma forma que organizamos nossos armários a nossa vida não pode estar uma bagunça, desapega desse sentimento ruim, desse rancor, dê o perdão para quem precisa ser perdoado, se liberta das coisas ruins da vida, resolve seus problemas, não existe problema sem solução, a não ser a morte. Vamos organizar a nossa vida também, pois mais importante que uma casa e uma armário organizado a nossa vida não pode ser deixada de lado, e vamos sempre lembrar que lá em cima existe um Deus misericordioso que nos ama e quer nosso bem e só depende de nós, das nossas atitudes para ele entrar na nossa vida e nos abençoar grandemente.

Beijos

Anúncios

Um comentário sobre “Arrumando o armário e a vida

  1. Margarete disse:

    Olá Emily,
    Adorei seu post e como estou de férias nesses dias, estou aproveitando para fazer exatamente o q vc falou, limpar os armários, o guarda-roupa e tudo o mais é como vc vou desapegando do q não uso .
    Bjs 😘😘👏🏻👏🏻👏🏻

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s