A minha opinião sobre: Produtos de marca, genéricos e desmarcados

Boa tarde lindezas, como passaram o final de semana? Hoje vou falar um pouco sobre um assunto que acho um tanto quanto polêmico, digo isso pois existem muitas pessoas que vão me criticar e outras concordar com o meu ponto de vista. Mas como disse é a minha opinião, e quero compartilhar com vocês o que penso sobre.

Uma breve explicação sobre os três itens

Produtos de marca: São produtos que tem valor agregado, tem um diferencial relacionado a imagem da marca, tem um preço mais elevado e são muita vezes desejos de consumo. Quem não sonha em ter uma bolsa da Louis Vuitton?

Produtos genéricos: São os famosos falsificados e réplicas. Não tem valor agregado, seu preço e qualidade são bem inferiores ao original, muitas vezes a reprodução do produto não é fiel a peça original, isso acontece mais nos falsificados “xing ling”. As réplicas, são um pouco mais caras e tem uma qualidade um pouco melhor, mas que não se compram ao produto original.

Produtos desmarcados: Que na verdade não seriam sem marca, mas de marca desconhecida, ou de confecção. São aquelas roupas que você compra no Brás e na José Paulino, elas não tem marca com valor agregado, mas tem uma etiqueta com o nome da marca que fabrica ou revende determinada peça. São aqueles produtos fabricados  e vendidos muitas vezes para revenda. Tem uma boa qualidade e o preço é mais acessível.

 

Eu não sou uma pessoa que tenho um guarda roupa cheio de coisas de marcas, tenho um pouco de tudo, como viajo muito acabo comprando ótimas marcas, mas também compro coisas desmarcadas, e sem “glamour”. Mas falsificado e réplica, para mim só DVD.

Hoje em dia essa coisa de usar marca, está muito forte no brasileiro, muitos tem aquela coisa de “se não é de marca não é bom, ou não é conhecido”. E eu sou adepta ao comprar o que combina com a gente, aquilo que gostamos e já estava na nossa wish list faz tempo. Mas sou um pouco chata quando se trata de produtos falsificados ou réplicas, tenho um pensamento formado sobre isso. Acho que temos que nos agradar, e usarmos para nós, não para mostrarmos ao outro que temos isso ou aquilo de tal marca e tal. Uso coisas de marca exclusivamente porque eu gosto e posso comprar, é meio que, uso pra mim não para mostrar, sabe. Ai por isso penso: “se você deseja muito uma bolsa da Louis Vuitton mas não tem 4 mil reais para compra-la a troco de que você vai lá  e compra uma falsa ou réplica? Se você usa pra você, para o seu gosto, não seria melhor comprar uma outra mais barata ou juntar $$ para uma original?” Não entra na minha cabeça essa atitude. Porque eu mereço o melhor, eu trabalho e mereço algo bom, não o falso, se eu não tenho $$ compro algo que posso pagar.  Mas hoje está na cabeça das pessoas o ter para mostrar para os outros, e ai que está o erro, tenha para você, não queira mostrar para ninguém algo que você não pode ser ou ter.

É claro que eu tenho itens de luxo na minha wish list, mas não vejo problema nenhum em usar algo desmarcado, ou de uma marca não tão conhecida, compro o que eu gosto e não me importo se vão olhar e dizer que não conhecem e tal, o importante sou eu. Mas existem certas coisas que eu mesma faço uma certa questão de que sejam de marca, ou pelo menos tenham uma ótima qualidade:

  • Calça jeans, ela tem que vestir perfeitamente, ser feita para você, e isso muitas desmarcadas não conseguem.
  • Sapatos, tem que ser no mínimo de qualidade, nada de bacião. Se ele é da Corello, da Vizano ou da esquina não importa, para mim tem que ser do meu gosto e com ótima qualidade.
  • Maquiagens, tenho sim muito preconceito por maquiagens de farmácia aqui do Brasil, confesso. Mas me esbaldo nos Walmart’s da vida nos EUA, talvez seja porque lá vendem coisas que aqui no brasil não se encontram no mercado ou farmácias normais (Hello Revlon, Lorea’l Paris e Mabelline). Mas também tenho minhas queridinhas de marca que uso com muito carinho.
  • Bolsas, adoooooooro uma Calvin Klein, ohhh marca que faz bolsão de mulherão. Curto Tommy, Guess, Michael Kors. Mas já comprei uma desmarcada nos EUA, que até hoje meu pai não acredita que paguei mais caro que uma Tommy, eu simplesmente bati o olho e me apaixonei, e todo mundo fala que aquela bolsa é linda. Acho que ela lembra a Selma da Michael Kors, que é meu sonho de consumo. Mas assim, também tem que ser boa, de qualidade, e essa é muiiiito boa e linda.
  • Perfume, não me venham com essências, pelo amor de Cristo Jesus. Não é e nunca vai ser a mesma coisa. Importado é importado, não tem grana para bancar um, compra Natura, Oboticário, Avon, Mary kay, Jequiti, mas por Deus não compra essência. Concelho de amiga mesmo, vai por mim.
  • Produtos de beleza e cosméticos em geral, como já disse maquiagem e perfume, o resto também, shampoo, e tudo mais. Para mim tem que ter qualidade, tem que ser bom, não necessariamente de marca, mas tem que ser bom. Existe uma linha profissional de shampoo que eu uso e adoro, e ela não é tão cara, a Mediterrani, o protetor térmico, o shampoo para cabelos lisos e o de controle de oleosidade são ótimos.

Então, vamos pensar mais em nós, no que gostamos e queremos, sem nos preocupar com o que vão pensar, sejam vocês, com roupas de marca, desmarcadas ou falsificadas/réplicas (mas nesse caso, não se passe por algo que não é) e sejam felizes com suas escolhas. Mas lembrem-se que o melhor nem sempre é o mais caro, e sim o que mais nos agrada.

Beeeeijos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s